Sindicato dos Empregados no Comércio de Fco Beltrão PR e Região

Sindicato dos empregados no comércio de Francisco Beltrão e Região

"Luta, trabalho, organização e qualidade de vida para os comerciários."

(46) 3524-1819 | 3524-2260
sec_fb@hotmail.com

Cartão Cidadão

O que é 

O Cartão Cidadão é um cartão magnético, emitido pela CAIXA, que permite a você consultar informações sobre o FGTS e quotas do PIS, bem como sacar os benefícios que tiver direito.

A quem se destina 

A todos os cidadãos brasileiros. O cartão oferece segurança, pelo uso de senha pessoal para identificação, e conveniência de poder ser utilizado em todas as agências da CAIXA, terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes CAIXA AQUI.

Para que serve

Consultar saldo e extrato da conta vinculada ao FGTS, bem como saldo de quotas do PIS; - Efetuar saque da conta vinculada ao FGTS, até o limite de R$ 600,00; - Receber, se tiver direito, benefícios referentes aos programas de transferência de renda (Bolsa Família, Bolsa Escola, por exemplo), abono salarial, rendimentos do PIS e seguro-desemprego.

Condições para adquirir 

Para ter acesso ao Cartão Cidadão, é necessário que o trabalhador esteja cadastrado no PIS/PASEP, no Número de Inscrição Social (NIS) ou no Número de Inscrição do Trabalhador (NIT). Os dados cadastrais e o endereço devem estar atualizados e válidos perante a CAIXA.O cartão não será emitido se o trabalhador possuir outro cartão referente aos programas de transferência de renda, como o programa Bolsa Família, já que todos têm a mesma função - consulta e recebimento dos benefícios sociais.Para adquirir o Cartão Cidadão, é preciso ir a uma agência da CAIXA ou solicitá-lo pelo 0800-726-0101. Porém, para usá-lo, o trabalhador precisará de senha, que só poderá ser cadastrada na agência.

Como funciona

 O Cartão Cidadão utiliza mídia magnética para permitir a identificação do usuário e o seu acesso a consultas e saques. Como medida de segurança, também, é exigida uma senha pessoal, que deve ser cadastrada nas agências da CAIXA. 

Fonte: Caixa Econômica Federal